Exclusivo Nunca como agora o FC Porto apostou tanto na formação

Sérgio Conceição lançou 11 jogadores formados no clube em apenas três épocas. João Mário foi a última aposta. Equipa campeã europeia de sub-19 é um viveiro para explorar. "A base da equipa será da formação."

"O único segredo é o trabalho." Este é o discurso redondo e transversal a todo o universo do futebol repetido até à exaustão pelos jovens jogadores que saem da formação do FC Porto. Essa é uma regra básica para quem quiser singrar de dragão ao peito. Tenha 17 ou 36 anos. E assim sob o lema de "só talento não chega, é preciso trabalho", os miúdos têm conquistado um lugar entre as escolhas de Sérgio Conceição.

Nunca (ou quase) como agora se lançaram tantos jovens jogadores. Só nesta época o técnico portista lançou sete novas pérolas da formação, num plantel como dez atletas made in Olival. O que significa que 31% do plantel é caseiro e tem uma média de idade de 19, 5 anos. Não há memória de nada idêntico na história do clube. No total fizeram 13 jogos a titulares e foram suplentes utilizados em 31 partidas do campeonato, acabando a festejar o título nacional. Com mais duas jornadas para jogar até ao fim do campeonato é provável que muitos deles acumulem minutos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG