Exclusivo Aconteceu em 1953 - O golpe de Estado no Irão que fez cair o governo laico

Na primeira página do DN de 20 de agosto de 1953, o golpe no Irão tinha grande destaque: "300 mortos e numerosos feridos em Teerão."

Em agosto de 1953, o futuro do Irão mudava de rumo. Um golpe de Estado fazia cair o governo do primeiro-ministro Mohammed Mossadegh, socialista e laico, que tinha nacionalizado o petróleo do país. Os "novos acontecimentos na Pérsia" dominavam a primeira página do Diário de Notícia na edição de 20 de agosto de 1953. ""O Exército derrubou Mossadegh e o general Zahedi assumiu o cargo de primeiro-ministro nomeado pelo Imperador", lia-se em título. O imperador era o xá Reza Pahlavi.

Era o culminar de um golpe de Estado sangrento, que tinha provocado até à data 300 mortos e numerosos feridos, com o ministro dos Negócios Estrangeiros a ser assassinado. Mas houve grande agitação na sociedade iraniana e o número de mortes acabou por ser muito superior (mais de 800).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG