Exclusivo Repressão trava Revolta da Marinha Grande

Greve geral foi o primeiro obstáculo colocado a Salazar após a entrada em vigor da Constituição de 1933 e das leis laborais do Estado Novo, que dissolveram sindicatos e proibiram as greves

Ficou conhecida como a Revolta da Marinha Grande. A 18 de janeiro de 1934, centenas de operários e trabalhadores da Marinha Grande, sob a coordenação de um núcleo da Confederação Inter-Sindical, cortaram as estradas de acesso à vila, linhas telefónicas e o caminho-de-ferro, tendo em seguida avançado para o centro da localidade e ocupado correios, câmara municipal e posto da GNR, sem se terem deparado com qualquer resistência.

Esta greve geral foi o primeiro obstáculo colocado a Salazar após a entrada em vigor da Constituição de 1933 e das leis laborais do Estado Novo, que dissolveram sindicatos e proibiram as greves.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG