Exclusivo Jesus na final com o Liverpool e a história que favorece os brasileiros

Flamengo e Liverpool defrontam-se no sábado na final do Mundial de Clubes. Duelos oficiais entre equipas brasileiras e inglesas são raros, mas o historial é favorável aos canarinhos, que também costumam superiorizar-se nos jogos entre seleções.

A final que todos aguardavam. O Flamengo de Jorge Jesus e o Liverpool vão defrontar-se no sábado (17.30, RTP 1), em Doha, Qatar, para decidir quem será o vencedor do Mundial de Clubes 2019. Esta é a sexta vez que clubes brasileiros e ingleses se cruzam na competição (contabilizando os jogos da Taça Intercontinental), com a história a beneficiar os canarinhos. Também a nível de seleções - Mundiais de futebol -, os brasileiros estão em vantagem. No caminho até ao jogo decisivo, a equipa treinada por Jorge Jesus deixou pelo caminho o Al-Hilal (3-1) e os reds de Jürgen Klopp afastaram o Monterrey (triunfo, por 2-1).

Esta é apenas uma curiosidade com base em dados estatísticos, entre equipas que raramente se defrontam por atuarem em diferentes continentes, apesar de o futebol ter nascido no Brasil por intermédio de um filho de um casal de ingleses, Charles Miller - foi ele que em 1894, depois de ter estudado vários anos em Inglaterra, levou uma bola, equipamentos e ensinou as regras aos brasileiros. O primeiro grande jogo no país, ainda na era amadora, aconteceu em abril de 1895, entre o São Paulo Railway e a Companhia de Gás, formados por ingleses que viviam na capital paulista.

Mais Notícias