Exclusivo Os Boinas. As modas da Adega do Lelito ganharam asas

Das feiras em Ferreira do Alentejo ao histórico convento gótico de Santa Inês da Boémia, em Praga, o trajeto deste grupo de cante alentejano, que junta pastores, contabilistas e engenheiros, dos 9 aos 64 anos, tem sido um caso de sucesso, com algumas dores de crescimento pelo meio.

As gargantas começaram a ser afinadas logo no aeroporto de Lisboa. Sentados à mesa, enquanto esperavam saber qual a porta de embarque para Praga, cantavam em alto e bom som:"Já cá está o tiro-liro-liro, tiro-liro lé/ Já cá está o tiro-liro-liro, tiro-liro ló/ Já cá está o tiro-liro-liro/ Meu amor, tiro-liro-liro abre a porta... oh branca flor."

Num espaço apinhado de turistas, não faltava quem quisesse gravar o momento no telemóvel e em poucos instantes formou-se uma plateia para escutar e aplaudir Os Boinas, nome deste grupo de cantadores de Ferreira do Alentejo que foi atuar na passada semana à República Checa, a convite do festival Terras sem Sombra.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG