Exclusivo OE 2019 e "o último orçamento que acabei de apresentar"

"Menos défice, mais poupança, menos dívida", foi assim que Mário Centeno, ministro das Finanças, anunciou o Orçamento do Estado para 2019. Em jeito de slogan, destacou os temas que mais votos poderão dar ao governo nas eleições legislativas, que vão decorrer no próximo ano. Não é todos os anos que uma conferência de imprensa no Ministério das Finanças, por ocasião do orçamento da nação, começa logo pelos temas do emprego ou dos incentivos ao regresso dos emigrantes. São assuntos que mexem com as vidas das famílias e são temas em que o executivo tem cartas para deitar na mesa.

Do mesmo modo, os aumentos da função pública e das pensões, bem como o fim do PEC (pagamento especial por conta), mereceram destaque no discurso. Eleitoralista ou não, o certo é que neste OE 2019 os escalões de IRS não são revistos, como muitos portugueses esperariam e, deste modo, é a classe média quem sai a perder.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG