Exclusivo O fenómeno grego que vendia relógios na rua já desafia o rei no Jogo das Estrelas

Antetokounmpo é o conto de fadas da NBA, rendida ao filho de imigrantes nigerianos que já é um dos principais nomes da liga. Neste fim de semana, Giannis enfrenta LeBron no All Star Game.

Antetokounmpo. Aquilo que em 2013 parecia uma excentricidade impronunciável dos Milwaukee Bucks é hoje um dos nomes mais populares entre os adeptos da NBA. The Greek Freak, o fenómeno grego, já não é apenas uma combinação rara de poder atlético com um corpo de dimensões anormais; transformou-se numa espécie de super-herói com poderes sobrenaturais candidato a novo rosto da mais mediática liga de basquetebol do mundo.

O conto de fadas em que se tornou a ascensão meteórica de Giannis Antetokounmpo, desde aquele verão de 2013 - no qual, para a esmagadora maioria dos adeptos, não passava de um desconhecido filho de imigrantes nigerianos em quem os Bucks arriscavam uma escolha do draft - até ao estrelato da NBA, conhece neste fim de semana um novo e significativo capítulo, no All Star Game, que reúne os melhores jogadores da liga (madrugada de segunda-feira, 01.00, em Charlotte).

O basquetebolista grego dos Bucks tem direito a dar nome a uma das duas equipas em confronto: Team Giannis. Do outro lado, a Team LeBron, liderada por aquele que é considerado o rei da atual geração de jogadores da NBA, LeBron James. Com a mudança de King James dos Cleveland Cavaliers para a costa oeste, onde veste agora o uniforme dos LA Lakers, Antetokounmpo assumiu o estatuto deixado vago na conferência. Este e foi o mais votado entre todos os jogadores daquela metade da liga para estar presente no Jogo das Estrelas. O grego recebeu mais de 4,3 milhões de votos (4 375 747), a menos de 300 mil de distância de LeBron James (4 620 809), confirmando o crescente fenómeno de popularidade em seu redor que já o tinha feito ser escolhido, por exemplo, para rosto de capa da última versão do jogo eletrónico NBA 2k19, tornando-se o primeiro jogador internacional a consegui-lo (já tinha havido capas alternativas fora dos EUA, mas no mercado americano era até agora um exclusivo de estrelas locais).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG