Exclusivo "A China atual é cheia de contradições"

Professor de Português em Pequim, Tiago Nabais tem traduzido os livros de Yu Hua. Em entrevista fala sobre o seu interesse pela cultura chinesa e explica como a literatura reflete melhor o país do que os jornais.

Interessou-se pela China no final dos anos 1990, quando começava a tornar-se evidente a posição que a China viria a ocupar no contexto internacional. Tiago Nabais começou por frequentar um curso livre de chinês em Lisboa, onde nasceu em 1978, mas a velocidade da aprendizagem não correspondia às suas expectativas. Fez a licenciatura em Chinês no Instituto Politécnico de Leiria e partiu à descoberta do país. Tal implica, claro, além da própria China, a descoberta da sua literatura.

Traduziu China em Dez Palavras, Crónica de Um Vendedor de Sangue e Viver, de Yu Hua, todos eles editados pela Relógio d'Água, no futuro será publicado Apelando na Chuva, do mesmo autor, também numa tradução sua.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG