Premium Um filme melancómico com as todo-poderosas Catarina Wallenstein e Isabél Zuaa

Isabél Zuaa e Catarina Wallenstein, atrizes portuguesas de Um Animal Amarelo, filme fulminante do brasileiro Felipe Bragança, a partir de hoje nas salas. Uma conversa com as musas de uma coprodução brasileira que não se apanha na Netflix ou na HBO...

O que significa ser brasileiro hoje? A pergunta é do cineasta Felipe Bragança e no seu filme as perguntas ficam a alvoroçar as respostas. Em Um Animal Amarelo essa exploração ao trauma de uma identidade brasileira é uma odisseia em formato de fábula, melancólica, "melancómica" mas sempre tropical. Vai do Brasil a Portugal com paragem em Moçambique.

Um périplo que é também a história de um cineasta falido em viagem até aos fantasmas do colonialismo, acreditando poder encontrar o espírito de um homem africano que lhe prometera riquezas e glórias. Pelo meio, debate-se com o poder de duas mulheres e um confronto desencantado com fantasmas. Objeto fora do real, trata-se de uma travessia selvagem e brusca que foge sempre aos meandros da narrativa da "história bem contadinha".

Ler mais

Mais Notícias