Exclusivo ​​​​​​​​​​​​​​Batalha abre-se e Fátima confina, mas em ambas o pior é a falta de turistas

As implicações de entrar ou sair da lista vermelha devido à pandemia dependem muito das características locais. Batalha e Fátima têm menos de 16 mil habitantes e vivem de quem os visita. Muitos moram em concelhos de onde não podem sair no fim de semana.

O desconfinamento do concelho da Batalha a partir das 00:00 de sexta-feira não impediu que o Hotel Lis Batalha Mestre Afonso Domingos fechasse no mesmo dia. "Foi uma decisão muito ponderada, tentámos tudo, mas temos que compreender que não dá se não há clientes", justifica Sónia Mendes, chefe de receção que ficou para fechar portas.

A economia do concelho depende dos estrangeiros e esses deixaram de vir. E também dos portugueses, muitos deles a viver em regiões com limites à circulação devido ao estado de emergência, decretado há uma semana. O hotel pertence ao grupo que detém o restaurante Vintage e a Exposalão (centro de exposições) e o Hotel Lis Lisboa, que também fechou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG