A reconquista talibã, a queda de Cuomo e vacinas com DJ

SÁBADO

Conte está de volta e vai liderar o Movimento 5 Estrelas

Em janeiro, Giuseppe Conte demitia-se de primeiro-ministro de Itália por falta de apoio parlamentar. Agora, o jurista está de volta à política, assumindo a liderança do Movimento 5 Estrelas. O partido, com a maior representação parlamentar, vive tempos difíceis, com grandes divisões internas, que se refletem numa queda acentuada nas sondagens. Conte, que era há muito apontado como o novo líder, foi o único candidato numa votação online que envolveu 62 mil militantes - venceu com 93% dos votos. Para já, Conte promete manter o apoio ao primeiro-ministro Mario Draghi, o ex-presidente do BCE que desde fevereiro lidera um governo de unidade nacional.

DOMINGO

EUA ultrapassam China na meta nos Jogos da pandemia

Pedro Pichardo desfilou com a bandeira de Portugal na cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos. Mais uma vez num estádio vazio a lembrar a pandemia que fez Tóquio 2020 realizar-se só em 2021. O Japão mostrou toda a sua capacidade de organização e ainda confirmou que o país anfitrião se supera sempre, ao conseguir o terceiro lugar no medalheiro (o mesmo de Tóquio 1964). No último dia, os EUA ultrapassaram a China, mostrando que também no desporto esta rivalidade veio para ficar. Desde Atlanta 1996 que a China só uma vez ficou à frente do medalheiro - em Pequim 2008, claro. Portugal teve a sua melhor prestação: quatro medalhas, inclusive o ouro de Pichardo. Agora é até Paris 2024!

SEGUNDA

Um alerta vermelho para tentar salvar o nosso planeta

As alterações climáticas já estão a atingir todas as regiões habitadas do mundo. Ondas de calor, precipitação intensa, inundações costeiras são, fenómenos que vão ser mais frequentes. O "alerta vermelho", como lhe chamou o secretário-geral da ONU, António Guterres, foi dado pelo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas agora divulgado. Quer o cenário seja o mais otimista - com 1,5 graus de aquecimento global em relação à segunda metade do século XIX - ou o mais pessimista - um aumento de 4 graus - uma coisa é certa: as mudanças climáticas já estão a afetar todos. E vão aumentar. É preciso agir. Agora.

TERÇA

Cuomo poupa-se ao impeachment e demite-se

Pressionado a demitir-se até pelo presidente Joe Biden, Andrew Cuomo debateu-se durante semanas, mas acabou por ceder, evitando um penoso processo de impeachment. Acusado de assédio sexual a antigas e atuais funcionárias, o governador de Nova Iorque continua a defender a sua inocência, afirmando que o caso é político. Mas admite não ter dado conta de "mudanças geracionais e culturais". Filho do também governador Mario Cuomo, irmão do pivô da CNN Chris Cuomo, no pico da pandemia, o governador tornou-se uma espécie de herói, um anti-Trump que até ganhou um Emmy especial pelas conferências de imprensa diárias. Acaso ou não, sucede-lhe Kathy Hochul - a primeira mulher no cargo.

QUARTA

Messi no PSG com a Liga dos Campeões na mira

Foi com a camisola 30 na mão (aqui o 10 que usava no Barcelona é de Neymar) que Lionel Messi foi oficialmente apresentado como jogador do Paris Saint-Germain. Ao fim de 672 golos, 778 jogos e 34 títulos na equipa principal dos catalães, o internacional argentino, que chegou a Barcelona com 13 anos, muda pela primeira vez de clube. A novela da sua saída chega assim ao fim, com o Barça a alegar razões "económicas e estruturais" para não renovar contrato com Messi. Em Paris, este admitiu que a saída "foi difícil", mas agora só pensa numa coisa: conquistar a Liga dos Campeões ao serviço do PSG. O contrato é por duas épocas e Messi vai ganhar 35 milhões por ano.

QUINTA

EUA mantêm retirada apesar do avanço imparável dos talibãs

Começou com Zaranj e havia de chegar a vez de Kandahar, a segunda maior cidade afegã, cair nas mãos dos talibãs - numa semana os rebeldes conquistaram quase duas dezenas de capitais provinciais. À medida que se aproxima o fim da retirada das tropas dos EUA do Afeganistão, o avanço dos rebeldes em direção a Cabul parece imparável e as comparações com a queda de Saigão multiplicam-se. Para tentar conter a situação, o governo afegão terá proposto um acordo de partilha de poder em troca do fim dos combates. Os EUA temem que os rebeldes assumam o controlo de Cabul já em setembro e de todo o país de seguida. Mas recuar na retirada parece fora de questão: "Eles têm de lutar por eles", garantiu Biden.

SEXTA

Vacinar os mais jovens, com direito a DJ e tudo

Depois de a DGS ter anunciado, na terça-feira, que todos os jovens entre os 12 e os 15 anos vão mesmo ser vacinados - e não apenas aqueles que tenham comorbilidades, este fim de semana é de vacinação, mas para os jovens de 16 e 17 anos. O autoagendamento foi feito por 102 mil jovens, cerca de metade da população nesta faixa etária, por isso a task force optou pela modalidade Casa Aberta, de forma a incentivar o máximo de jovens a serem vacinados. E há até quem recorra a outros estratagemas para atrair estes jovens. Os centros de vacinação de Loures e Odivelas, por exemplo, vão estar abertos até à 01h00 e a partir das 20h00 haverá mesmo DJ a passar música.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG