Exclusivo O deputado que voltou a Angola pela mão de Marcelo

Nuno Magalhães nasceu em Luanda e deixou o país aos 3 anos, em 1975. Voltou agora na visita de Estado do Presidente da República e emocionou-se mais do que esperava. "Achei que ser-me-ia indiferente, quase como uma curiosidade histórica."

Três dias antes de Angola declarar a sua independência, Nuno deixou Luanda em 8 de novembro de 1975, com a mãe (o pai ainda ficou por lá), aos 3 anos, para ali só voltar, à capital angolana, com 47 anos feitos na véspera de aterrar no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, para acompanhar a visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O líder parlamentar do CDS, Nuno Magalhães, confessou ao DN que se emocionou neste regresso a Angola. "Foi muito emotivo, muito mais emotivo do que pensaria", disse, uma e outra vez. "Achei que ser-me-ia indiferente, quase como uma curiosidade histórica. Mas fiquei muito mais emocionado do que esperava."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG