Exclusivo A vida de Brian: De Palma faz 80 anos

O seu último filme, Domino, estreou-se no ano passado. Brian De Palma celebra hoje 80 anos e ainda não fala em reforma, apesar de afastado das lides de Hollywood. Continua a ser um monstro sagrado do cinema, mas não consensual.

Sempre pensou em grande, como Orson Welles e, também à semelhança deste, sempre teve problemas em arranjar os meios para concretizar as "big ideas". Chamam-lhe mestre do suspense, por afinidade com Hitchcock, o realizador que o seu cinema cita em abundância e com toque de bisturi, mas fartou-se de Hollywood tal como Sean Connery, o ator de Os Intocáveis que optou pela reforma. Brian De Palma, o homem de quem se fala, torna-se hoje octogenário e parece não estar com a aposentadoria em mente.

Continua por aí a trabalhar com os recursos possíveis, em produções europeias, longe da malaise dos grandes estúdios. "O sistema de Hollywood não faz nada para além de destruir-te", ouvimo-lo dizer no documentário De Palma (2015), de Noah Baumbach e Jake Paltrow. E a mágoa é natural porque, na verdade, o realizador de Vestida para Matar não teve vida fácil durante as três décadas em que trabalhou na indústria americana.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG