Exclusivo Aconteceu em 1958 - O general sem medo que ameaçou demitir Salazar

"Obviamente, demito-o!". A frase, proferida pelo general Humberto Delgado numa conferência há 62 anos, ainda hoje é lembrada.

No dia 10 de maio de 1958, o número 38 do Rossio, em Lisboa, o café Chave d" Ouro, tornou-se palco de um dos episódios políticos mais emblemáticos da história portuguesa. Neste dia e neste lugar, o General Humberto Delgado, candidato às presidenciais do ano, marcava presença numa conferência de imprensa. "Senhor general, se for eleito Presidente da República, que fará do senhor Presidente do conselho [Oliveira Salazar]?", perguntou um jornalista da agência noticiosa France Presse (AFP), Lindorfe Pinto Basto. "Obviamente demito-o!", respondeu prontamente.

A mensagem ecoou durante anos, como símbolo contra o regime salazarista da altura. No dia seguinte a este episódio, a primeira página do Diário de Notícias dava conta das reações. Enquanto os oprimidos por Salazar festejavam, à Presidência do Conselho chegavam "milhares de telegramas" a protestar "contra as afirmações" do "general sem medo", como ficou depois conhecido.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG