Exclusivo A falta de coragem e o ambiente tóxico

As razões pelas quais o Governo e o Presidente da República (PR) não reconduziram Vítor Caldeira como presidente do Tribunal de Contas são claras: António Costa não entendeu que ele devesse ser reconduzido e Marcelo Rebelo de Sousa concordou. A decisão de cada um é completamente legítima, tão legítima como seria a contrária.

Como qualquer ato político, enquadrado pela lei, quem o executa acha que está a fazer o melhor pelo bem comum. Ou seja, Costa e Rebelo de Sousa estão convencidos de que será melhor para a comunidade que Vítor Caldeira deixe de ser presidente do Tribunal de Contas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG