Exclusivo O Christian, a Rosa e a rua


Quero falar-vos do Christian Georgescu, uma daquelas pessoas que a vida nos dá o privilégio de conhecer. Falo-vos com nome e apelido porque a história dele é pública. Nasceu em Bucareste, na Roménia, tem 40 anos e encontrou casa no Porto. Trabalhou desde cedo até que um dia lhe faltou comida na mesa. A crise no início dos anos 2000 e a necessidade de dar de comer à filha fizeram que decidisse entrar num mundo paralelo. A juntar a isso, começou a consumir drogas e foi preso. Quando saiu percebeu que tinha de ir para longe para mudar e veio para o Porto.

Chegou no dia 1 de maio de 2010. Quando o dinheiro se acabou restou-lhe a rua para viver. E na rua voltou a consumir. A força de vontade e a pessoa certa (há sempre uma história de amor) fizeram que desse a volta por cima. Deixou de consumir, arranjou uma casa e, desde então, trabalha para que haja casas para quem as não tem. Hoje é respeitado, arranca sorrisos, é amigo, é ombro, é inspiração. Quando estava na rua precisou de uma pessoa que o quisesse. Essa pessoa é outra que não conseguimos largar desde o dia em que a conhecemos. Criaram uma associação, a Saber Compreender, cujo trabalho é um bálsamo para todos os sentidos. Não há pena nem comiseração, há respeito e reconhecimento. Há a capacidade de acreditar que qualquer dia é um dia possível para se ter a vida toda pela frente.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG