Continua a lua-de-mel entre Seferovic e o Benfica

Benfica esteve a perder, mas venceu o Feirense (4-1), em partida a contar para a 28.ª jornada da I Liga. Suíço marcou dois golos. Quando faltam jogar seis jornadas, as águias e os dragões permanecem juntos na liderança e na luta pelo título.

Continua a lua-de-mel de Seferovic e o Benfica. Desta vez o destino era Santa Maria da Feira e o suíço não faltou à chamada. Horas depois de se casar, o avançado entrou no Marcolino de Castro disposto a prolongar a veia goleadora nesta época, naquela que tem sido uma aliança perfeita. O helvético foi a grande figura da equipa ao marcar dois golos no triunfo sobre o Feirense (4-1), tendo chegado ao 22.º golo na época e ao 18.º no campeonato.

Tal como o FC Porto (2-1), também o Benfica começou a perder no terreno da equipa de Santa Maria da Feira. E tal como o FC Porto, também o Benfica deu a volta ao marcador, mas de forma mais folgada (4-1), mostrando que não pretende abdicar da liderança. Depois de na conferência de antevisão ter avisado que o Benfica é grande de mais para salvar a época com uma Taça de Portugal, Bruno Lage viu a equipa corresponder em campo às suas ideias e mostrar que quer ser campeã. A seis jornadas do fim, águias e dragões seguem lado a lado na luta pelo campeonato, embora os da Luz tenham vantagem em alguns critérios de desempate caso seja preciso recorrer a eles para coroar o campeão da época mais equilibrada das últimas temporadas.

Na 28.ª jornada da I Liga, Sturgeon adiantou os da Feira aos dez minutos, após cruzamento exemplar de Edson Farias ao segundo poste. Os encarnados demoraram a entrar no jogo e acabaram de novo surpreendido. Aos 21 minutos, o árbitro anulou o lance que daria o 2-0 ao Feirense, e isso parece ter acordado a equipa de Bruno Lage, que daria a volta ao jogo ainda antes do intervalo.

Pizzi, na conversão de uma grande penalidade, aos 40', e André Almeida, aos 45'+2', levaram o Benfica a vencer para o intervalo.

Um bis do suíço que lidera a tabela dos melhores marcadores

Na segunda parte, Caio Secco foi evitando que o marcador se dilatasse evitando o golo a Pizzi e segurando os remates de João Félix, Jonas e Taarabt, a novidade no onze do Benfica. O marroquino recuperado para o futebol por Bruno Lage foi assim aposta inicial e saiu aplaudido pelos adeptos, mais pelo esforço do que pelas oportunidades criadas ou pela influência no jogo.

Depois mais um golo anulado, desta vez ao Benfica (por fora-de-jogo de João Félix), até Seferovic confirmar o triunfo benfiquista. O suíço bisou na partida (aos 49' e aos 89') e deu a tranquilidade que a equipa precisava. Quanto ao avançado que começou a época como terceira ou quarta opção, depois de Jonas, Ferreyra e Castillo, chega assim à 28.ª jornada destacado na lista dos melhores marcadores do campeonato, com 18 golos.

A vitória permitiu aos encarnados recuperar a liderança da prova com 69 pontos, em igualdade pontual com o FC Porto, segundo, enquanto o Feirense é último com 15 pontos, a distantes 12 do Nacional, a primeira equipa acima da linha de despromoção. A equipa de Santa Maria da Feira pode mesmo descer de divisão na próxima jornada se não conseguir um resultado positivo.

O que falta jogar e o confronto direto que favorece o Benfica

Benfica e FC Porto entram nos derradeiros dois meses de campeonato em igualdade pontual. Caso assim se mantenha até ao fim, serão os encarnados a festejar a conquista do título, uma vez que o principal critério de desempate no final da prova é o "número de pontos alcançados pelos clubes empatados, no jogo ou em jogos que entre si realizaram". As águias venceram ambos os confrontos com o FC Porto, 1-0 em casa e 2-1 no Dragão. Ou seja, somaram seis pontos contra zero dos azuis e brancos nos jogos realizados entre eles.

No entanto, convém lembrar que as regras da Liga para definir a classificação antes do final do campeonato são outras. Em primeiro lugar, a "maior diferença entre o número dos golos marcados e o número de golos sofridos pelos clubes nos jogos realizados em toda a competição", critério em que o Benfica leva atualmente vantagem, com um saldo positivo de 53 golos contra 41 do FC Porto. Caso as equipas estivessem empatadas nesse parâmetro, ficaria à frente a que tivesse "maior número de vitórias em toda a competição" - 20 contra 20 de momento - e, se o empate ainda vigorasse, o "maior número de golos marcados em toda a competição".

Por outras palavras, se Benfica e FC Porto ganharem os oito jogos que lhes restam, os dragões ainda poderão aparecer em primeiro lugar no decorrer do campeonato se ultrapassarem as águias na diferença entre golos marcados e sofridos, mas nunca quando a jornada 34 ficar fechada.

Vitória de Setúbal (casa), Marítimo (casa), Sp. Braga (fora), Portimonense (casa), Rio Ave (fora) e Santa Clara (casa) é o que falta disputar aos homens de Bruno Lage. Portimonense (fora), Santa Clara (casa), Rio Ave (fora), Desportivo das Aves (casa), Nacional (fora) e Sporting (casa), é o que sobra jogar aos de Sérgio Conceição.

FIGURA DO JOGO COM O FEIRENSE

22 golos na época, 18 no campeonato, é obra para quem começou a época com um pé fora do Benfica. Mais impressionante é a regularidade dos últimos encontros. Marcou em dez das últimas 11 jornadas. Neste domingo bisou. Um dos golos é um golaço - um chapéu de pé esquerdo - e outro de cabeça. Seferovic é o melhor marcador do campeonato.

FICHA DE JOGO

Jogo disputado no Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira

Feirense-Benfica: 1-4

Marcadores: 1-0, Sturgeon, 10 minutos; 1-1, Pizzi, 40 (grande penalidade); 1-2, André Almeida, 45+2; 1-3, Seferovic, 49; 1-4, Seferovic, 89

EQUIPAS

Feirense: Caio Secco, Edson Farias, Bruno Nascimento, Briseño, Vítor Bruno, Babanco (Ofori, 79), Aly Ghazal, Sturgeon (Marco Soares, 72), Tiago Silva, Luís Machado (Edinho, 81) e João Silva

Treinador: Filipe Martins

Benfica: Vlachodimos, André Almeida, Rúben Dias, Ferro, Grimaldo, Florentino, Samaris, Pizzi (Gedson, 87), Taarabt (Cervi, 81), João Félix (Jonas, 74) e Seferovic

Treinador: Bruno Lage

Árbitro: João Pinheiro (AF Braga)

Ação disciplinar: cartão amarelo para Babanco (58) e Tiago Silva (64)

Mais Notícias

Outras Notícias GMG