Exclusivo Benfica joga no estádio onde começou o fim da Jugoslávia

Os encarnados defrontam nesta quinta-feira o Dínamo Zagreb no Maksimir, um recinto que está intimamente ligado ao início do processo de independência da Croácia após um jogo com o Estrela Vermelha em 1990 em que Boban foi elevado à condição de herói.

O Benfica vai jogar nesta quinta-feira (17.55) em Zagreb, com o Dínamo, para a primeira mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. O palco deste reencontro entre os dois clubes é o Estádio Maksimir, um recinto com quase 107 anos e que se tornou um símbolo histórico da desintegração da antiga Jugoslávia, um estado que juntou durante 74 anos (de 1929 a 2003) as repúblicas da Sérvia, Croácia, Eslovénia, Bósnia e Herzegovina, Montenegro e Macedónia.

A 13 de maio de 1990, poucas semanas depois das primeiras eleições multipartidárias na Croácia em quase 50 anos, que elegeram como presidente Franjo Tudjman, defensor da independência croata, o Dínamo Zagreb recebeu os sérvios do Estrela Vermelha, que já tinham conquistado o título de campeão, em jogo da I Divisão jugoslava.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG