Exclusivo PIN parental: os pais devem poder decidir o que os filhos aprendem na escola?

Alunos espanhóis saem nesta sexta-feira à rua em várias cidades contra a medida defendida pelo Vox, que quer que pais autorizem atividades escolares de conteúdo moral ou sexual.

Os seus defensores dizem que é uma resposta ao "doutrinamento progressista das escolas", os críticos denunciam um recuo "franquista selvagem". Em causa está o chamado PIN parental, uma política defendida pelo partido de extrema-direita espanhol Vox, que prevê que os pais sejam obrigados a dar o seu consentimento para os filhos assistirem a atividades escolares de conteúdo moral ou sexual.

O PIN parental foi introduzido na Comunidade de Múrcia, onde a coligação entre PP e Ciudadanos estava dependente do voto do Vox, liderado por Santiago Abascal, para conseguir ser governo e aprovar o orçamento para 2020.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG