Exclusivo Aconteceu em 1984 - O regresso da banca privada a Portugal

A aprovação das novas regras para abrir um banco foi notícia de destaque no DN neste dia há 35 anos.

Quase dez anos após o período de nacionalizações do pós-25 de Abril, Portugal volta a permitir a existência de bancos privados. O IX Governo Constitucional, liderado por Mário Soares, aprova a 5 de janeiro de 1984 as normas para a atividade bancária e seguradora por privados.

"O Conselho de Ministros definiu ontem as condições para a abertura e o exercício da banca privada", lê-se na primeira página do DN de dia 6. "O decreto-lei respeitante aos bancos comerciais e de investimento exige um capital mínimo inicial de milhão e meio de contos [7,5 milhões de euros], assegurando assim a necessária autonomia financeira das novas instituições, de acordo com o princípio de que os bancos não devem operar apenas com capitais alheios."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG