Aconteceu em 1958 - Edmund Hillary chega ao Polo Sul

Em 3 de janeiro de 1958, o DN noticiou, com grande destaque na primeira página, que o neozelandês atingia mais um objetivo na sua carreira de explorador.

Cinco anos antes, em 1953, Edmund Hillary (1919-2008) e o seu guia nepalês Tenzing Norgay (1914-1986) tinham sido os primeiros exploradores a atingir o pico do ponto mais alto do mundo, o Monte Everest (8848 metros), nos Himalaias.

Agora, Edmund chegava ao Polo Sul (Antártica), ganhando uma corrida a uma equipa britânica liderada por alguém que o DN identificava por "dr. Fuchs".

Segundo o reporte de então, a notícia foi dada numa comunicação enviada pelo próprio explorador: "Estamos muito cansados mas de boa saúde e felicíssimos por termos chegado."

Edmundo Hillary e a sua equipa haviam partido a 15 de outubro de uma base no Mar de Ross. Os últimos quilómetros foram percorridos numa atmosfera "brumosa e desagradável" com os quatro veículos de lagartas da expedição a avançarem a uma média de cinco quilómetros por hora.

A equipa, disse ainda o explorador, já só tinha um barril de gasolina quando chegou ao seu destino, o suficiente apenas para fazer mais 32 quilómetros.

Em 1985, acompanhado do astronauta norte-americano Neil Armstrong (o primeiro homem a pôr um pé na lua), Edmund Hillary sobrevoou o Ártico e aterrou no Polo Norte. Tornou-se assim no primeiro homem a ter estado nos dois polos e no ponto mais alto do planeta - o que criou uma competição, o Desafio dos Três Polos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG