Premium Tal como o pai e o avô, Daniel Maldini dá seguimento à tradição da família no AC Milan

Jovem dos sub-23 foi utilizado no jogo com o Hellas Verona (1-1) e consumou a terceira geração da família a jogar no clube milanês, depois do pai (Paolo) e do avô (Cesare). Daniel já dava nas vistas aos 5 anos... a fazer carrinhos a Seedorf.

Daniel Maldini estreou-se neste domingo com a camisola do AC Milan, clube onde o pai (Paolo Maldini) e o avô (Cesare Maldini) são verdadeiras lendas. Sete dos títulos de campeão europeu conquistados pelo AC Milan, seis foram sob o desígnio da família Maldini: cinco conquistadas por Paolo e uma (a primeira) por Cesare. O avô, Cesare, foi jogador do clube de 1954 e 1966 e treinador de 1972 a 1974. Seguiu-se o pai, Paolo, que se estreou em 1985 e disse adeus em 2009, depois de 902 jogos pelo clube. Uma herança pesada a do jovem Daniel, que no domingo, 66 anos após a estreia do avô, deu seguimento ao legado.

Quem é o português que não se recorda de ver Cesare a levantar a Taça dos Clubes Campeões europeus ganha ao Benfica de Eusébio lavado em lágrimas em 1963? E quem esquece os desarmes do elegante, mas eficaz, Paolo, no lado esquerdo da defesa do AC Milan que em 1990 voltou a roubar uma Champions ao Benfica? Essas são algumas das imagens de sucesso que perseguem o jovem medio/avançado dos sub-23 milaneses, que carrega agora o apelido Maldini na camisola rossoneri.

Ler mais

Mais Notícias