Rio Ave quase histórico e Sporting de pesadelo deixam Benfica e Sp. Braga sozinhos

Os vilacondenses só caíram após 24 penáltis perante o poderoso Milan e os leões tiveram uma das piores noites da sua história. Benfica e Sp. Braga entram no sorteio desta sexta-feira no pote 1, mas há possíveis adversários perigosos.

Uma noite de quase sonho em Vila do Conde e de pesadelo em Alvalade. Assim se pode resumir a noite desta quinta-feira em que o Rio Ave perdeu uma oportunidade de ouro para eliminar um gigante do futebol, o AC Milan, sete vezes campeão da Europa. O empate 2-2 levou o jogo para o desempate por penáltis e aí após 12 remates para cada equipa Aderllan Santos permitiu a defesa de Gigi Donnarumma e os italianos fizeram a festa.

Em Alvalade, o Sporting viveu uma noite de terror, sendo goleado pelos austríacos do LASK Linz, por 4-1. E assim Portugal fica apenas com Benfica e Sp. Braga na fase de grupos da Liga Europa, cujo sorteio se realiza esta sexta-feira às 12.00 horas na cidade suíça de Nyon.

Foi por um triz que o Rio Ave não escreveu a página mais bonita da sua história. O comportamento da equipa de Mário Silva chegou a ser heroico, afinal entrou na segunda parte a perder devido a um golo do belga Saelemaekers, mas a resposta não se fez esperar e por dois jogadores que o Sporting dispensou, envolvidos na transferência de Nuno Santos para os leões.

Primeiro um golaço de Francisco Geraldes levou o jogo para prolongamento e depois foi Gelson Dala a dar uma dimensão mais real ao sonho no início do prolongamento. Só que a sorte que protege os gigantes surgiu a dez segundos do final do tempo regulamentar do prolongamento. O defesa Borevkovic abordou mal um lance e fez penálti, foi expulso e o turco Hakan Çalhanoglu fez o empate 2-2.

Tudo se decidiu no desempate por penáltis e aí assistiu-se a um drama em 24 atos, tantos quantos os remates necessários para se decidir o vencedor. Os primeiros 14 penáltis foram todos para o fundo da baliza, mas o italiano Colombo falhou e Nélson Monte teve a história nos pés, mas o seu remate bateu nos dois postes e a bola não entrou. Depois Rafael Leão, o português do Milan, e Ivo Pinto marcaram, antes de uma série de desacerto.

Chegou a vez de os dois guarda-redes serem chamados a marcar, Donnarumma atirou por cima e Kieszek, com tudo para ser herói, fez o mesmo. Seguiu-se o falhanço de Bennacer e Francisco Geraldes fez a bola esbarrar no poste e na história. O Rio Ave desperdiçava três match points e dificilmente teriam outra hipótese. E assim foi Kjaer marcou e Adellan Santos permitiu a defesa do guarda-redes do Milan, que suspirou de alivio... afinal o gigante esteve à beira de cair com estrondo.

A terceira maior goleada europeia dos leões em casa

O Rio Ave perdeu a possibilidade de entrar pela segunda vez na fase de grupos na Liga Europa, mas cumpriu mais do que aquilo que se esperava. Ao contrário do Sporting que foi uma autêntica desilusão, pois foi goleado em Alvalade pelos austríacos do LASK Linz, por 4-1.

E a verdade é que os leões até podiam ter sofrido uma derrota bem mais pesada, tantas foram as ocasiões em que o adversário chegou com perigo junto à baliza do espanhol Antonio Adán. Ainda assim, os leões sofreram a terceira derrota mais pesada da sua história, em Alvalade, para as competições da UEFA. Pior só em fevereiro de 2009 diante do Bayern Munique, por 5-0, e em novembro de 2008 frente ao Barcelona, por 5-2.

A desilusão do treinador Rúben Amorim no final do jogo era evidente no ainda mais gelado Estádio José Alvalade face à ausência de público nas bancadas, pois esta foi a segunda vez na história que os leões ficaram sem jogos europeus tão cedo por não entrarem na fase de grupos de uma competição europeia. Em 2005-06 foram eliminados pelos italianos da Udinese na Champions e pelos suecos do Halmstads na Taça UEFA. Pior só nas épocas 1976-77 e 2013-14 quando o Sporting não se apurou para as competições da UEFA por via das más classificações nas provas internas.

Benfica e Braga são cabeças de série

O Benfica e o Sporting de Braga serão os únicos representantes de Portugal na fase de grupos da Liga Europa e a representação nacional na UEFA fica reduzida três equipas (FC Porto está na Champions) o que vai obrigar as equipas a pontuar muito para seja possível manter o sexto lugar no ranking da UEFA.

Encarnados e bracarenses serão cabeças de série no sorteio desta sexta-feira, razão pela qual não vão poder calhar no mesmo grupo dos outros integrantes do pote 1, ou seja Arsenal, Tottenham, AS Roma, Nápoles, Bayer Leverkusen, Villarreal, CSKA Moscovo, Gent, PSV Eindhoven e Celtic.

Ainda assim, há adversários de respeito das cinco principais ligas europeias nos outros potes, casos dos ingleses do Leicester, os espanhóis da Real Sociedad e do Granada, os italianos do AC Milan, os alemães do Hoffenheim ou os franceses do Lille e do Nice.

Assim sendo, no pote 2 os possíveis adversários das equipas portuguesas são Dinamo Zagreb, Sparta Praga, Slavia Praga, Ludogorets, Young Boys, Estrela Vermelha, Rapid Viena, Leicester, PAOK Salonica, Qarabag, Standard Liège e Real Sociedad.

Já do pote 3 podem calhar em sorte Granada, AC Milan, AZ Alkmaar, Feyenoord, Maccabi Telavive, AEK Atenas, Rangers, Molde, Hoffenheim, Hapoel Be'er Sheva, LASK Linz e Cluj.

Finalmente do pote 3 os potenciais adversários de Benfica e Sp. Braga são Zorya Luhansk, Nice, Lille, Rijeka, Dundalk, Slovan Liberec, Antuérpia, Lech Poznan, Sivasspor, Wolfsberger, Omonia Nicosia e CSKA Sofia.

Mais Notícias