Exclusivo

Sistema eleitoral

Rio quer cadeiras vazias no Parlamento. PS recusa. A ideia caiu no vazio

O presidente do PSD propôs que votos brancos e nulos contem na hora de distribuição dos deputados. E vai pôr o partido a discutir a ideia. O PS, porém, diz que a reforma eleitoral não se fará por essa via.

O presidente do PSD, Rui Rio, defende que os votos brancos devem contar na hora de distribuir os deputados. A proposta é polémica mas o líder laranja não abre mão de a discutir. O DN sabe que só após ouvir o conselho de estratégia nacional sobre a matéria, os prós e os contras, é que o líder decidirá se a inclui no programa eleitoral, no capítulo da reforma do sistema político.

A ideia do líder social-democrata é que esta medida poderá contrariar as altas taxas de abstenção, já que os eleitores descontentes com os partidos saberiam que o facto de se expressarem pelo voto nulo contaria para a composição da Assembleia da República e para um número mínimo e máximo de deputados, entre os 200 e os 230.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG