Exclusivo #Jogaemcasa ou como o coronavírus também afeta os eSports

Os eventos de futebol virtual, à semelhança do real, também foram cancelados. Mas estão a surgir outros, um deles da FPF com a participação de craques portugueses bem conhecidos.

À primeira vista, a pandemia do coronavírus que parou praticamente todo o desporto a nível mundial poderia passar um pouco ao lado dos eSports, o desporto eletrónico que nos últimos anos tem vindo a ganhar cada vez mais praticantes e seguidores e que é jogado através de consolas. Mas a realidade não é bem assim, até porque os torneios, ao contrário que se possa pensar, não são feitos a partir de casa e, naturalmente, foram cancelados. Raul Faria, coordenador da divisão de eSports da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), fala mesmo num "duro golpe" para uma indústria que estava em claro crescimento.

"A pandemia de covid-19 está a afetar-nos de uma forma dura e preocupante, sobretudo a nível das competições. Todos os eventos têm sido cancelados e isto diretamente afeta todos os seus agentes, desde os organizadores, aos fotógrafos, aos comentadores, passando também pelos patrocinadores. Numa indústria que estava em claro crescimento, este é um duro golpe e que vai obrigar a um esforço de toda a comunidade para ser recuperado. A comunidade já começou a trabalhar nesse sentido, tentando ao máximo dinamizar a modalidade através de iniciativas online, que também podem ser organizadas em conjunto com parceiros. Ainda assim, os eSports vivem de eventos e é através deles que conseguimos garantir e retirar o maior potencial da modalidade", referiu o responsável da FPF ao DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG