Premium De que serve roubar um quadro se não se pode vendê-lo nem pô-lo na parede?

Nesta semana, um quadro de Van Gogh foi roubado de um museu na Holanda. Não é a primeira vez que tal acontece. O que leva os ladrões a cobiçarem obras de arte e o que acontece a essas obras?

Na noite de domingo para segunda-feira, pouco depois das três horas da madrugada, um grupo de assaltantes entrou no Museu Singer Laren, a cerca de 30 quilómetros de Amesterdão, na Holanda, e levou consigo um quadro de Vincent van Gogh. Os ladrões partiram a porta de vidro do museu e levaram a pintura The Parsonage Garden at Nuenen in Spring (O Jardim do Presbitério de Nuenen na Primavera) que tem um valor estimado entre um e seis milhões de euros, segundo Arthur Brand, especialista em arte holandesa. O alarme disparou mas os assaltantes já se tinham ido embora quando a polícia chegou.

A pintura de Van Gogh, de 1884, faz parte de uma série feita quando o famoso pintor vivia na casa do seu pai. Pintado no início da carreira do artista, antes de sucesso alcançado dois anos mais tarde em França, o quadro mostra uma figura, sozinha, num jardim, com uma igreja ao fundo.

Ler mais

Mais Notícias