Vieira da Silva: "Governo não tem nenhum compromisso" sobre descida da TSU

O ministro da Economia, Viera da Silva, reiterou hoje que "o Governo não tem nenhum compromisso" face a nenhum valor concreto nos textos que foram assinados com a 'troika', para a descida da taxa social única (TSU).

"Se o Governo tivesse um valor, ele teria sido colocado naquele acordo (com o Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e Comissão Europeia)", disse Viera da Silva aos jornalistas.

O ministro da Economia esclareceu, a propósito da eventual redução da TSU num valor equivalente a 3 ou 4 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), que "foi considerado que não havia condições, neste contexto, para que se chegasse a um valor concreto estimado para uma possível descida da TSU".

Segundo explicou, "o Governo comprometeu-se, com o que está escrito nos acordos firmados, a fazer uma avaliação que conduzisse a uma diminuição dos custos indirectos do factor trabalho", mantendo a "neutralidade fiscal e a sustentabilidade do equilíbrio da segurança social".

"Para atingir todos estes objectivos é necessário que esse trabalho seja feito com ponderação", disse.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG