Tribunal acaba com guerra da sola vermelha

Christian Louboutin conseguiu que um tribunal lhe conferisse a sola vermelha como uma imagem de marca registada... se o sapato for de outra cor. Ou seja, a Yves Saint Laurent pode fazer sapatos todos vermelhos.

Com esta decisão tanto a Louboutin como a Yves Saint Laurent cantam vitória neste processo instaurado pela primeira, que considerava concorrência desleal uns sapatos da rival que tinham sola vermelha.

Um tribunal norte-americano tinha decidido no ano passado que, apesar de serem uma imagem de marca da Louboutin, as solas vermelhas não eram exclusivas, pelos que poderiam ser usadas pelas empresas concorrentes. Esta quarta-feira, um tribunal de recurso inverteu essa decisão.

Christian Louboutin já se veio regozijar por esta decisão, tendo emitido um comunicado em que se manifestou "muito satisfeito" pelo facto de o tribunal ter reconhecido a validade dos seus argumentos. O designer afirma ainda que continuará a lutar para proteger a imagem de marca dos seus sapatos, calçados por estrelas como Victoria Beckham, Lady Gaga, Oprah Winfrey ou Jennifer Lopez.

A Yves Saint Laurent não considera, contudo, que tenha saído derrotada neste caso. É que o tribunal considera válido que uma marca concorrente da Louboutin faça modelos todos vermelhos, ou seja com sapato e sola vermelhos, como aconteceu no modelo que deu origem a este processo judicial.

A Louboutin vende cerca de 240 mil pares por ano nos Estados Unidos, com uma faturação de cerca de 135 milhões de dólares (107 milhões de euros). Cada par custa entre 700 (555 euros) e mil dólares (793 euros).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG