Tom Ford lançou mais uma provocação

O colar fálico, cuja forma parece inspirada num crucifixo, custa quase mil euros e está disponível em ouro ou prata.

O designer Tom Ford, que já habituou o mundo da moda às suas provocações, lança agora um colar cujo pendente tem a forma de um pénis, e é inspirado num crucifixo.

O colar, que já fora apresentado no desfile da marca que teve lugar em junho em Londres, está disponível em ouro ou prata, e em três tamanhos, embora todos custem 790 libras (992 euros). É feito à mão e é possível adquiri-lo através do site, mesmo a tempo do Natal, conforme destaca a Harper's Bazaar.

Apesar de estar à venda com o nome "Penis Pendant Necklace" (colar com pendente de pénis), sem fazer menção à palavra "crucifixo," o colar tem causado revolta nas redes sociais, junto de utilizadores do Twitter que não gostam de ver o símbolo do crucifixo a ser utilizado desta forma.

"A sério? Já nada pode ser sagrado?" pergunta o utilizador JCJones. Outros ofendem-se com o lançamento na época natalícia.

Não é a primeira vez que Tom Ford lança uma campanha arriscada. Em 2007, os anúncios do perfume da marca foram banidos em vários países por mostrarem o frasco de perfume entre as pernas ou seios de uma modelo. Em 2003 o mesmo aconteceu a uma campanha dirigida por Ford na qual se via a letra G, de Gucci, nos pêlos púbicos da modelo.

A revista Esquire, na altura do desfile em que o colar fálico foi mostrado pela primeira vez, arriscava que talvez este fosse "mais inteligente do que parece". A revista propõe que a ideia para o colar tenha vindo de amuletos da época romana, chamados fascinus, também eles em forma de pénis, muitas vezes com asas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG