Remuneração de Ricardo Salgado desce 31% para 552 milE

O presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado, recebeu uma remuneração de 552 mil euros no ano passado, menos 31% do que os 804 mil euros arrecadados em 2011, revelou hoje o banco, num comunicado enviado à CMVM.

A informação consta de um dos pontos da ordem de trabalhos que será submetida à assembleia-geral do banco e que o BES enviou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Refira-se que, em 2012, não foi atribuída qualquer remuneração variável aos membros da comissão executiva do BES, ao contrário do que aconteceu no ano anterior.

Isto justifica a queda do salário do banqueiro, uma vez que a sua remuneração fixa até subiu (ainda que apenas mil euros) entre 2011 e 2012.

Em termos globais, a remuneração total dos administradores executivos do banco caiu 41% no último ano, sendo que, dos 12 responsáveis em causa, houve dois que deixaram o banco em 2012 (Jean-Luc Guinolseau e Pedro Fernandes Homem), e um iniciou funções no mesmo ano (Stanislas Ribes).

Assim, o total das remunerações da comissão executiva ascendeu a 4,7 milhões de euros em 2012, claramente abaixo dos quase 8 milhões de euros relativos a 2011.

No ano passado, o BES registou um lucro de 96,1 milhões de euros, depois de ter apresentado um prejuízo de 108,8 milhões de euros em 2011.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG