PSI20 abre a cair 4,60% para os 5.275,94 pontos

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, abriu hoje em queda acentuada de 4,60%, para os 5.275,94 pontos.

A queda acentuada de hoje acontece num período de instabilidade política em Portugal, com a demissão dos ministros das Finanças, Vítor Gaspar, e de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas.

Paulo Portas apresentou na terça-feira a demissão através de uma carta na qual contesta a escolha de Maria Luís Albuquerque para a pasta das Finanças, depois de a saída de Vitor Gaspar, com quem tinha "conhecidas diferenças políticas".

Na terça-feira, a bolsa de Lisboa encerrou a cair 1,50% para 5.530,42 pontos, numa Europa mista, com o setor financeiro a apresentar as maiores perdas na sessão e o BCP a perder mais de 5 por cento.

Entre as 20 cotadas que compõem o índice de referência da praça lisboeta, o PSI20, treze encerraram em queda, uma fechou inalterada (Espírito Santo Financial Group, nos 5,22 euros) e seis ganharam valor.

A liderar as perdas da sessão estão os títulos do BCP que caíram 5,1% para 0,09 euros. O BES recuou 4,23% para 0,61 euros, o BPI cedeu 3,12% para 0,9 euros e o Banif desvalorizou 1,08% para 0,09 euros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG