Parlamento alemão aprova novo pacote de ajudas à Grécia

O parlamento alemão aprovou hoje o terceiro pacote de ajudas à Grécia, com os votos da maioria dos deputados da coligação do governo e o apoio dos principais grupos da oposição.

O único partido que votou contra as novas ajudas foi o Die Linke (esquerda), com os deputados a anunciarem que irão inclusivamente pedir ao tribunal constitucional que examine se as novas ajudas são compatíveis com a constituição alemã.

As ajudas à Grécia, aprovadas na segunda-feira em Bruxelas pelos ministros das Finanças da zona euro, foram assim aprovadas pelo Bundestag, com 473 votos a favor, 100 votos contra e 11 abstenções.

No início do debate, o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, sublinhou os progressos conseguidos pela Grécia para combater a crise financeira, exortando os membros do parlamento para aprovar a ajuda europeia ao país "por uma Europa forte".

"Ninguém beneficia tanto da zona euro como os alemães, económica e politicamente. Quando investimos no futuro da Europa, quando estamos a trabalhar para uma Europa forte, investimos em nosso próprio futuro", disse.

Os ministros das Finanças da zona euro e o Fundo Monetário Internacional alcançaram na segunda-feira um acordo sobre a redução da dívida grega, que abre a porta ao desbloqueamento da ajuda financeira à Grécia.

O compromisso alcançado na reunião do Eurogrupo em Bruxelas -- a terceira no espaço de três semanas, e que se prolongou por mais de 12 horas, terminando já de madrugada - prevê medidas com vista à redução da dívida grega para 124 por cento do PIB até 2020.

Este acordo deverá abrir caminho ao desembolso de uma 'tranche' de 31,2 mil milhões de euros, que Atenas aguarda há meses.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG