Medidas de corte na despesa vão ser postas em discussão pública

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, disse hoje que o Documento de Estratégia Orçamental (DEO) ainda não está fechado e que as medidas de corte na despesa vão ser postas em discussão pública.

Segundo Vítor Gaspar, o DEO não contém duas peças de informação que anteriormente estiveram integradas no documento, como a composição do esforço agregado e os tetos plurianuais da despesa que serão postos "para discussão pública pelo Governo ainda esta semana".

O ministro das Finanças, que está a ser ouvido no Parlamento, afirmou que "as questões, as propostas e as opções do Governo nesta matéria" serão apresentadas separadamente do DEO.

"Será um documento para discussão e consensualização, não sendo fechado", sublinhou durante uma audição na comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública.

Vítor Gaspar rejeitou ainda as críticas do deputado do PS, Paulo Campos, dizendo que foi acusado de ocultar um documento que o ex-governante socialista tinha à sua frente e apelidou de "caricatas" as afirmações quanto ao gesto sorridente de mostrar o DEO, antes da entrega aos deputados.

"O documento tinha sido produzido e estava prestes a ser distribuído e foi esse símbolo que quis dar, de uma forma que podia ser capturada sem qualquer ambiguidade", justificou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG