Lucros da REN sobem 2,9% para os 98,4 milhões

A REN - Redes Energéticas Nacionais registou lucros de 98,4 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, mais 2,9% do que em igual período de 2011, informou a empresa ao regulador do mercado.

Em comunicado enviado na sexta-feira à noite à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a REN justifica o resultado líquido acumulado no final de setembro com o "comportamento negativo dos resultados financeiros que, fruto do aumento da dívida líquida (+8,6%) e do custo de financiamento (subida do custo médio de 4,55% para 5,66%), se agravaram em 27 milhões de euros (+37,7%)".

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) aumentou 11,1%, para os 389,1 milhões de euros entre janeiro e setembro de 2012.

A dívida líquida da empresa aumentou 8,6%, cifrando-se nos 2.521,3 milhões de euros e o custo médio desta dívida subiu para os 5,66%, mais 1,12 pontos percentuais do que nos primeirs nove meses de 2011.

A empresa liderada por Rui Cartaxo tem com principal acionista a chinesa State Grid, que detém 25% do capital, seguindo-se a Oman Oil, com uma participação de 15%.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG