João Rendeiro lança livro 'Arma Crítica' no dia 12

O economista apresenta "Arma Crítica", um livro que reúne os textos que escreveu no seu blog desde 2011.

João Oliveira Rendeiro criou em 2011 o blog 'Arma/Crítica', onde escreve sobretudo sobre o sistema financeiro, em temas tão variados como a CMVM, Banco de Portugal ou governos de Sócrates e Passos Coelho.

O livro 'Arma Crítica', da Chiado Editora, reúne agora esses textos em mais de 200 páginas e tem o prefácio de David Justino, presidente do Conselho Nacional de Educação. O livro será lançado no dia 12 (sexta-feira).

"É interessante como João Rendeiro nesta obra se revela crítico do paradigma académico identificado pela 'síntese neoclássica' e assente no princípio da racionalidade do 'homem económico' que, estatisticamente, 'comportar-se-ia como uma distribuição normal e os modelos econométricos que representavam tinham um comportamento estocástico perfeito'", lê-se no prefácio.

David Justino escreve ainda que "João Rendeiro conhece bem os meandros da política e dos negócios em Portugal e não se coíbe de tomar posição, quantas vezes em contracorrente ao mainstream construído diariamente entre política, negócios e media".

João Rendeiro trabalhou no Banco Totta durante cinco anos depois de ter vendido a este banco, então presidido por José Roquette, a Gestifundo, um fundo de investimentos criado em 1986. Mais tarde, em 1996, juntamente com outros investidores, criou o Banco Privado Português. Com 600 acionistas e três mil clientes, o banco acabaria por ver decretada a falência em 2010. No currículo tem ainda uma passagem pela McKinsey & Co. Fundou empresas na área financeira como a DECA e foi membro da Fundação Luso-Brasileira e da EPIS - Empresários pela Inclusão Social.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG