Inquérito da Bloomberg antecipa incumprimento de Portugal

Mais de metade dos investidores contactados pela Bloomberg num inquérito trimestral considera que Portugal não vai conseguir pagar a dívida, sendo que quatro em cada cinco inquiridos acham que a Grécia vai entrar em incumprimento.

De acordo com o inquérito trimestral 'Bloomberg Global Poll', 59 por cento dos investidores consideram que Portugal não vai conseguir honrar os compromissos financeiros, uma percentagem que tem vindo a aumentar: no princípio do ano pouco passava dos 50 por cento, e em Junho de 2010 esse valor andava pelos 30 por cento.

Um sondagem efectuada esta semana pela agência financeira Bloomberg concluiu ainda que 85 por cento dos investidores inquiridos espera que a Grécia entre em imcumprimento, com a maioria a prever o mesmo destino também para a Irlanda. As perspectivas para a a Grécia, Portugal e a Irlanda deterioraram-se desde janeiro, argumentam os investidores contactados.

"Todos estes países irão para a bancarrota em algum momento", disse Wilhelm Schroeder, um gestor alemão na Schroeder Equities GmbH com uma carteira de mais de 120 mil milhões de euros, acrescentando que não vê "um cenário em que os três países possam resolver os seus problemas da dívida".

Este pessimismo sublinha até que ponto os investidores não estão convencidos de que as políticas europeias podem impedir o primeiro incumprimento da dívida por parte de um país na zona euro, mesmo depois do reforço do pacote de resgate à Grécia, originalmente no montante de 110 mil milhões de euros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG