"Temos uma divergência com FMI", admite ministra

O braço de ferro entre o governo e Fundo Monetário Internacional continua: o FMI quer salários mais baixos no privado; o governo garante que já caíram o que tinham a cair.

"Nesta matéria partilhamos a mesma opinião dos parceiros sociais ou seja que o setor privado em Portugal já ajustou em termos salariais", afirmou esta manhã a ministra das Finanças, à saída da reunião de Concertação Social, admitindo que "temos aqui tido uma divergência de opinião com o Fundo Monetário Internacional, mas é uma divergência entre o governo e o FMI", garante.

Mais Notícias