Só há dinheiro até novembro para pagar subsídios

Se nada for alterado, o orçamento da Segurança Social para o pagamento de subsídios de desemprego só vai chegar até novembro. O governo pagou 732,9 milhões de euros de subsídios nos primeiros três meses do ano, o que representa 27,2% do total e um ritmo de 244,3 milhões por mês. Multiplicando por 12 meses, o governo precisa de 2.931,6 milhões de euros, mas o orçamento só tem 2.691,2 milhões. Ou seja, haverá um buraco de 240,4 milhões de euros.

"É necessário alterar o orçamento", afirma o economista Luís Bento, especializado em questões de Trabalho. A situação é urgente, até porque os 2.691,2 milhões tinham sido calculados com base numa taxa de desemprego de 16,4%, que já foi ultrapassada.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG