Sindicatos reclamam aumento do salário mínimo já em 2014

Os sindicatos voltaram hoje a reclamar o aumento do salário mínimo nacional para "pelo menos 500 euros" a partir de janeiro do próximo ano.

"É preciso alterar esta economia. O Governo não se pode continuar a esconder atrás da troika. Janeiro é o mês em que o governo tem de legislar o aumento do salário mínimo nacional", afirmou Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP à saída da reunião de Concertação Social que contou com a presença dos ministros Pedro Mota Soares e Maria Luís Albuquerque.

Mais Notícias