Parceiros sociais esperam reforço do diálogo político

Os parceiros sociais receberam com agrado a sugestão de Cavaco Silva para que o Governo aprofunde o diálogo e "valorize" os seus contributos, mas mostram preocupação de que pouco mude na atitude do executivo de Passos.

João Vieira Lopes, da Confederação do Comércio e Serviços, reagiu sem surpresa à decisão do Presidente, mas teme que em relação ao reforço do diálogo nada mude. "Não temos visto da parte do Governo, nas suas últimas intervenções públicas, qualquer indicação de querer alterar a sua postura e o curso das políticas económicas que têm sido seguidas", precisou ao DN/Dinheiro Vivo.

Também Carlos Silva, da UGT, acentuou que aguarda com expetativa a resposta do Governo ao apelo de diálogo , avisando desde já que a central sindical fez uma greve geral a 27 de junho contra uma série de medidas anunciadas pelo Governo, esperando que mostre agora uma atitude diferente e "bom senso".

Mais Notícias