OE está a ser feito com poupanças dos cortes chumbados

Depois de 4% este ano, ministra mantém poupanças do DEO, parte delas já chumbadas pelo TC, para chegar a 2,5% em 2015

A ministra das Finanças está a ordenar aos serviços que incorporem, na mesma, nos seus orçamentos as poupanças com salários que resultariam do esquema de reduções salariais chumbado pelo Tribunal Constitucional, no final de maio.

E assim será até ser tomada uma decisão diferente, algo que acontecerá mais perto da data de fecho do Orçamento do Estado de 2015 (OE/2015).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG