No último ano 64 mil pessoas perderam rendimento social

Os dados da Segurança Social mostram que, em maio, havia 272 038 beneficiários com processamento de RSI, contra 336 073 registados um ano antes, apesar do agravamento da crise e do disparar do desemprego.

Só no último ano, 64 mil pessoas perderam o direito ao rendimento social de inserção (RSI).

A redução explica-se, acredita o padre Agostinho Jardim Moreira, com o "maior rigor" na atribuição de novos subsídios e no controlo dos que já existem. Para o presidente da Rede Europeia Anti-Probreza, "o erro vem de trás", porque a medida não foi aplicada convenientemente.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG