"Mota-Engil vale cada vez mais lá fora do que em Portugal"

Com o sector da construção civil parado em Portugal, a Mota-Engil - a maior construtora do país - está a apostar nos mercados externos e a prová-lo estão os contratos de 900 milhões de euros que ganharam recentemente em Angola e no Malawi e que vão ajudar a empresa a contrariar a crise.

Com estas três obras, dois terços da carteira de encomendas da empresa já e gerado fora do país, o que significa que a "Mota-Engil vale cada vez mais lá fora do que em Portugal", disse à Bloomberg, o presidente executivo da Mota-Engil, Jorge Coelho.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG