Mobilidade especial traz novo corte salarial a 12%

A entrada em vigor do novo sistema de requalificação está marcada para o próximo domingo e implicará a transição para este regime dos cerca de 1115 funcionários públicos que se encontram em mobilidade especial.

Com esta mudança, pelo menos 12% destes destes trabalhadores terá um corte de salário já que passará a receber não 50% mas 40% da remuneração base que auferia quando estava em funções. Sindicatos da função pública estão a solicitar aos partidos da Oposição que submetam o diploma à apreciação do Tribunal Constitucional.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG