Mobilidade de funcionários públicos mais fácil

O Governo quer criar um regime de mobilidade geográfica que permita a transferência de funcionários públicos, sem o seu acordo, para concelhos fora da sua área de residência.

De acordo com o documento hoje enviado pelo Ministério das Finanças aos Sindicatos da Função Pública, a que a Lusa teve acesso, o Executivo pretende "criar uma figura que permita oferecer algum estímulo à mobilidade geográfica dos trabalhadores" com o objetivo de "redistribuir recursos humanos entre um serviço com excesso de recursos e outro com escassez".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG