Governo grego deixa cair subida do salário mínimo

Varoufakis defende que dívida não é tão grande quanto parece e que tem medidas para ajudar à competitividade das empresas.

Nem subida faseada do salário mínimo, nem cortes diretos no valor do capital em dívida aos credores (para quem tivesse dúvidas). O Ministério das Finanças grego divulgou hoje os documentos em que está a trabalhar com vista a uma proposta final ao Eurogrupo. Eventualmente seguirá amanhã em vez de hoje, como estava inicialmente previsto.

Entre a posição da passada sexta-feira e a do Eurogrupo de segunda-feira passada já é possível ver algumas concessões substanciais da parte do Governo, que procura agora um acordo para estender o programa de empréstimos por mais seis meses (um programa ponte, como lhe chama Atenas) para terem mais algum dinheiro e tempo até haver um novo programa de apoio ao país, lá para meio do verão.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG