Governo dá incentivos fiscais a dez projetos

O Conselho de Ministros aprovou hoje as minutas de contratos fiscais de investimento a celebrar entre o Estado português, representado pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, e 10 sociedades.

No entanto. o Estado também cortou benefícios fiscais a três empresas, nomeadamente à General Motors.

"Estes projectos vão permitir manter 3800 postos de trabalho já existentes e criar mais 289", adiantou Paulo Portas, ministro dos Negócios Estrangeiros.

Os contratos referidos respeitam às seguintes empresas: Santos Barosa - Vidros, Font Salem Portugal, Labesfal, Borgstena Textile Portugal, Vale de S. Martinho - Sociedade Agrícola, Tyco Electronics Componentes Electromecânicos, Ferpinta - Indústrias de Tubos de Aço de Fernando Pinho Teixeira, CS - Coelho da Silva, Pentaplast e Gypfor - Gessos Laminados

Mais Notícias

Outras Notícias GMG