Governante garante que OE não é impossível de executar

O Governo conseguiu cumprir os limites acordados para o défice do primeiro trimestre. Segundo o secretário de Estado do Orçamento explicou hoje no Parlamento, o défice das administrações públicas situou-se, em março, em 1350 milhões de euros, menos 542 milhões que o acordado com os credores internacionais.

Para Luís Morais Sarmento esta é mais uma vitória do governo. "Quando foi da aprovação do OE2013, tivemos inúmeras vozes de que o orçamento era impossível de ser executado e que isso seria evidente no primeiro trimestre. Não é", lembrou o secretário de Estado do Orçamento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG