FMI exige manutenção do consenso político em Portugal

O Fundo Monetário Internacional (INE) está visivelmente incomodado com os mais recentes desenvolvimentos políticos e sociais em Portugal.

Em declarações a uma publicação interna do próprio FMI - a IMF Survey Magazine -, o diretor do departamento europeu da instituição, Reza Moghadam, diz claramente que Portugal poderá estar à beira de perder o tão preciso consenso político "amplo" que teve até agora. Isso pode deitar a perder os sucessos do ajustamento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG