Estado cobra mais 3 mil milhões em austeridade para liquidar dívidas

Folga? Primeiro-ministro admite que não existe folga. O dinheiro é para pagar dívidas à banca e às farmacêuticas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG